Páginas

http://alevato-sensibility.blogspot.com/

30 de abril de 2012

APRENDI COM O TEMPO QUE...
Às vezes, é preciso esquecer um pouco a pressa e prestar mais atenção em todas as direções ao longo do caminho...A pressa cega os olhos.
Deixamos de observar tantas coisas boas
e belas que acontecem ao nosso redor.
Às vezes, o que precisamos está tão próximo...
Passamos, olhamos, mas não enxergamos !
Mais não basta apenas olhar.
É preciso saber olhar com os olhos,
enxergar com a alma
e apreciar com o coração!!!

 

Com liberdade, flores, livros e música
 quem não seria inteiramente feliz?
 
 
 
Oscar Wilde

sonhos

 
Me mande mentalmente coisas boas. 
Estou tendo uns dias difíceis, sabe? 
Mas nada, nada de grave. 
Dias escuros sem sorrisos, sem risadas de verdade. 
Dias tristes, vontade de fazer nada, só dormir. 
Dormir porque o mundo dos sonhos é melhor, 
porque meus desejos valem de algo, 
dormir porque não há tormentos enquanto sonho, 
e eu posso tornar tudo realidade. 
Quando acordo, vejo que meus sonhos não passam disso, sonhos
e é assim que cada dia começa: 
desejando que não tivesse começado, 
desejando viver no mundo dos sonhos, 
ou transformar meu mundo real num lugar que eu possa viver, 
não sobreviver.

 

Gosto de...

ɐçǝqɐɔ ɐʇuod ǝp oıǝɯ opnʇ ɐʇ

 http://2.bp.blogspot.com/-ojtdGvWsKD0/T3N0QbgZJbI/AAAAAAAACFE/ufuExMLaZ9o/s1600/Upside_down_by_animepschyco999.jpg


É difícil me iludir, porque não costumo esperar muito de ninguém. Odeio dois beijinhos, tapinhas nas costas, tumulto, calor, gente estúpida e quem vive de mentiras. Não puxo saco de ninguém, detesto que puxem meu saco também. Não faço amizades por conveniência, não sei rir se não estou achando graça, não atendo o telefone se não estou com vontade de conversar.

"Quando eu deixei de olhar tão ansiosamente para o que me faltava e passei a olhar com gentileza para o que eu tinha, descobri que, de verdade, há muito mais a agradecer do que a pedir."

(Ana Jácomo)

E o que importa...

Eu aprendi...


29 de abril de 2012

"Se você não sabe pra onde quer ir, tudo bem. Se pelo menos souber o que não quer para a sua vida já é meio caminho andado. Eu sei o que não quero de forma alguma, assim, já elimino muita coisa. E muita gente."

                                                                                                                                         Clarissa Corrêa

 
"Amizade se paga com amizade. Sou legal com quem é legal comigo. Falta de consideração se paga com falta de consideração. Sei exatamente com quem posso contar, pra quem posso chorar,
pra quem posso desabafar."

(Clarissa Corrêa)

Hoje eu me encontro mais ou menos

"Hoje eu me encontro mais ou menos. Entre o que eu queria e o que ficou pra trás. Entre o que estava escrito e o que foi rasgado. Entre o dito e o velado. Mais perdida, menos equilibrada. Mais triste, menos confiante. Mais retraída, menos falante. Mais inibida, menos forte. Mais realidade, menos fantasia. Mais calada, menos inventada. Mais você e (muito) menos eu."

(Clarissa Corrêa)

Eu me perdi de mim mesma no momento em que começou a dar errado.

28 de abril de 2012

Cansei de procurar respostas. A vida não é um quebra-cabeça muito fácil de encaixar. Por hora, quero só fechar os olhos e deixar passar.

Tiago Moralles

"Que eu não perca a minha doçura, apesar das inevitáveis decepções da vida, apesar da leve descrença no ser humano e apesar de todos os "apesar de". Que EU seja doce, apesar de tudo. E que assim seja."
 Gabriela Castro


"Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende.

Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."

Cora Coralina


22 de abril de 2012

Decidi me olhar no espelho

Decidi me olhar no espelho
[...]
...Vi uma mulher que precisa usar filtro solar todos os dias e ir na dermatologista para prevenir os efeitos do tempo, afinal, os trinta já chegaram. Vi uma mulher que anda sorrindo pouco. Vi uma mulher que sente tanto, mas anda tão cansada que mal olha para si mesma. Sabe, tem coisas que ficam. Um dia, ouvi coisas pesadas, fortes, feias. Se fosse de qualquer um, tudo bem. Mas não. Era de uma pessoa importante. Uma das pessoas mais importantes da minha vida. E essa coisa ficou dentro de mim. Levou fermento. Cresceu. Se instalou. A partir daí, olho para o espelho e não vejo essa mulher bonita. Vejo uma pessoa insegura, com a autoestima lá no chão, vejo uma pessoa que não sabe se é capaz. Isso me assusta um pouco. Tem palavra que fica. Tem sentimento que foge. Tem coisa que agride.

Eu, que adoro rir, nunca ri tão pouco. Meu riso e meu sorriso andam acanhados, tímidos, preferem ficar do lado de fora da festa observando tudo que acontece. Ando séria, introspectiva, fechada, refletindo sobre a vida. Me aconteceram coisas tão boas. Delas, procuro lembrar sempre. Me aconteceram coisas tão ruins. Delas, tiro lição...

Em alguns momentos, a gente precisa de mais do que nos dão. Certos períodos são delicados, exigem mais atenção, cuidado, amor, dedicação, delicadeza. Acho que é isso: tô precisando do céu... Mas a gente não pode esperar que alguém nos dê. Por isso, procuro meu lado zen, quem sabe, assim, evoluo de uma vez por todas e aprendo que a gente deve contar é com a gente mesmo. E fim.
Clarissa C.
Eu sou intensa. E vou morrer assim. Por mais que eu tente puxar o freio de mão, as emoções me dominam e pulam de dentro de mim desesperadamente. Por isso, sou a favor do amor, da verdade, da vontade. Não sou a favor da traição e da mentira. Procuro fazer o bem e ficar em paz com minha consciência e meu coração, mas de vez em quando cometo deslizes humanos.

Sinto ciúme, sou brava e tenho dias azedos. Sou quase normal e quase louca. Não sei muita coisa, mas procuro estar com os olhos e ouvidos abertos para absorver tudo que a vida me dá. Adoro viver, a ideia de um dia morrer me assusta. E eu amo, amo demais. Tenho um amor imenso pelas pessoas que são importantes na minha vida. Hoje, consigo separar e saber quem é meu amigo, quem é colega, quem é conhecido. Apesar disso, convivo bem com todos. Pouca gente sabe a fundo da minha vida e de mim, eu disfarço. Não gosto de me expor
 
Clarissa C.

O que eu não aceito

Quando alguém é meu amigo eu faço o impossível para ver a pessoa bem. Se eu gosto tomo as dores, embarco em indiadas, dou um jeito de fazer com que tudo fique numa boa, nem que seja ouvindo e dando o ombro. Mas, por favor, nunca minta para mim. Quem mente perde completamente a minha confiança.

Procuro ser uma pessoa justa. E, confesso, meu lado bonzinho fica encostado no lado babaca. Em outras palavras: às vezes sou "burra" ao invés de boa. Se tem uma coisa que detesto é me sentir enrolada. Me preocupo a fundo com os outros, por isso não curto pequenas mentiras e desonestidade. Pena que tem gente que não enxerga isso.

Muitos se acham donos da verdade, dizem que fazem e acontecem, aparentam ser uma coisa que não são. Tem gente que adora inventar a vida, contar vantagem e semi-lorotas-brabas, florear a realidade e brincar de autor de novela. Tem coisa que é surreal. Tem coisa que é irreal. Tem coisa que foge completamente dos padrões normais. Agora você me pergunta: existe essa coisa de normalidade? Claro que não. Minha vida muitas vezes é uma novela mexicana, em outras tantas vira caso de política. Mas eu não minto, não enrolo, não me faço de louca e não tomo ácido.

Não sei fingir. Abraço minhas vontades, mesmo que a minha cara fique roxa de tanto apanhar. Cumpro minhas promessas, mesmo que me doa. Não brinco com os outros para me distrair, tampouco dou uma de boa samaritana para depois me esconder atrás da moita. Isso não. Por isso, digo e repito: gosto de gente de verdade. Se você é assim, por favor, senta aqui e vamos conversar.
| |

14 de abril de 2012

Arrependimento

http://4.bp.blogspot.com/-zXUERhJ4QMI/T3u9ZHAgl7I/AAAAAAAAC5g/7vj8WzWEWvE/s1600/um-bom-arrependimento-melhor-medicina-citacao.jpg

Que os afetos não me faltem

Que os desafetos não me afetem e os afetos não me faltem, amém."

                                                                                                                 Maíra Ferreira


Vai com Deus

"Eu simplesmente sei que se uma pessoa está destinada a participar da minha vida, ela não irá embora. E se for, vai voltar. E se não voltar? Vai com Deus."

 

9 de abril de 2012

Minha oração...

“Não desejo que me livre de todos os perigos,
mas que me dê valentia para enfrentar todos eles.
Não peço que minha dor seja eliminada, mas coragem para dominá-la.
Não procuro aliados no campo de batalha da vida, mas forças em mim mesmo. Não imploro, com temor ansioso, para ser salvo, mas peço esperança para ir conquistando, com paciência, minha própria liberdade.” 

- Tagore -


E se?

Confesso que muito me assombra tudo aquilo que poderia ter sido. E se tivesse feito diferente? E se tivesse dito que sentia muito? E se dissesse o que sentia? E se tivesse passado por cima do orgulho? E se? E se?

Prefiro pessoas de verdade. Pessoas que errem e riam de seus erros, pessoas inteligentes que saibam que erros são necessários para que possamos crescer e aprender. Pessoas que não vão te julgar pelo que você é ou pelo que faz. Quero pessoas de verdade que vivam todos momentos intensamente, que me abracem forte, que riam comigo até chorar e que joguem tudo pro alto e saiam por aí, apenas querendo ser feliz.

Porque na real? O mundo precisa de pessoas assim.

8 de abril de 2012

"Estou em cólera. Não, não, o mundo não me agrada. A maioria das pessoas estão mortas e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam. Mentir dá remorso. E não mentir é um dom que o mundo não merece..."
C.L


Odeio. Odeio. Odeio.

Odeio pessoas evasivas.
Odeio pessoas que se julgam superiores aos seus semelhantes.
Odeio pessoas que perguntam "como você está" só por educação, mas no fundo não estão nem aí para o que você sente de fato.
Odeio gente que me abraça dando "tapinhas" em minhas costas (aff!)
Odeio pessoas que mudam de personalidade de acordo com o ambiente ou com as pessoas que estão tentando agradar.
Odeio pessoas mentirosas!!!
Odeio ficar com o choro preso na garganta.
Odeio quando não me escutam.
Odeio depender dos outros.
Odeio pessoas que mudam de opinião de uma hora pra outra.
Odeio que falem comigo como se eu fosse uma estúpida.
Odeio pergunta cretina.
Odeio não saber lidar com certas pessoas.
Odeio pessoas imprevisíveis demais.
Odeio. Odeio. Odeio.


6 de abril de 2012

*_*


"Há vários motivos para não se amar uma pessoa e um só para amá-la; este prevalece."

- Carlos Drummond de Andrade -

5 de abril de 2012

 
Solidão? O que acontece é que a gente procura os outros para se livrar de si mesma. A intolerável companhia que eu me faço. Preciso dos outros para não chegar àquele ponto altamente intolerável do encontro comigo. Eu sou exatamente: zero. E tanto se me dá. Conselho: fique de vez em quando sozinho, senão você será submergido. Até o amor excessivo dos outros pode submergir uma pessoa."

— Clarice Lispector
"E  no  que  verdadeiramente  somos
é aquilo que o impossível cria em nós."
Clarice Lispector

Ouve o meu silêncio...

"Ouve-me.  Ouve  o  meu  silêncio.
O que falo nunca é o que falo e, sim, outra coisa.
Capta a “outra coisa” porque eu mesma não posso."
(C.L)

Clarice L.

"Tenho medo de dizer quem sou: no momento em que tento
falar, não  exprimo o  que sinto  e o que sinto se  transforma,
                     lentamente,  no  que  eu  digo."